GKA World Tour Strapless Kite-surf e Air Games – 4º Dia Tarifa

GKA world tour strapless air games Tarifa

GKA World Tour Strapless Kite-surf e Air Games – 4º Dia Tarifa

GKA Tarifa world tour
Hoje o vento já foi nosso amigo no GKA World Tour, e podemos ver os melhores riders internacionais de strapless e de freestyle/big air a participar.
Este 4º dia também ficou marcado por várias lesões ao longo da prova.

Só demonstra como estes riders levam a sério esta competição e dão tudo por tudo.

GKA Tarifa world tour Paulino Pereira
O evento começou pela prova de strapless freestyle masculina. 
Como o vento apesar de ter aparecido não foi o vento normal levante, que estamos acostumados em tarifa, sentiu-se uma grande diferença nas manobras dos atletas em comparação com anos anteriores. Nomeadamente na altura das manobras e da quantidade de kiteloops que eles faziam.
Também houve kiteloops na prova, mas a altura era sem dúvida uns bons metrinhos de diferença.
 Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour

Paulino Pereira esteve à altura dos seus colegas mostrando a sua garra.

Infelizmente Paulino no round 4 foi eliminado por 3 décimas. A nosso ver foi uma pontuação injusta, pois a dificuldade do tipo de manobras que ele estava a fazer eram muito superiores ao do concorrente, a justificação baseou-se na diversidade de manobras. Apesar do Paulino não ter alcançado o podium demonstrou-nos que continua em grande forma e que é capaz de representar Portugal ao mais alto nível!
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour

A final ficou assim atribuída a Aírton Cozzolino, Matchu Lopes, Mitu Monteiro e Jan Marcos Rivera.

A prova de strapless masculina ficou marcada por duas lesões, a de Luís Brito que aterrou com demasiada força junto à areia, e a Jan Marcus Riveras que aterrou de forma errada e agressiva na prancha.
Rapidamente irão voltar à água.
 Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Resultado Final da Prova GKA Kite-surf Strapless World Tour de Singles Masculino:
Tarifa GKA Strapless world tour
1: AIRton Cozzolino (CV / ITA)
2: Matchu Lopes (CV / SPN)
3: Mitu Monteiro (CV)
4: Jan Marcos Riveras (DR / SPN)
Após a prova dos homens, seguiram-se a prova de strapless feminina. A diferença no que toca a variedade de manobras e à vontade para as fazeres é bastante notória, no entanto, também foi bom ver mulheres a competir e a dar tudo por tudo. Carla Herrera demonstrou ser a concorrente que mais à vontade tem, com uma postura bastante focada e agressiva nas manobras que faz.
 Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
A final da competição da GKA Strapless World Tour feminina ficou adiada para o dia seguinte, para podermos também ter ainda a competição de air games.

O que achamos do air games

Absolutamente alucinante!!!

Apenas houve prova masculina mas pudemos ver a garra de uns dos melhores a nível internacional. Ver Bebe (Carlos Mário), Jesse Richman, Liam Whaley, Posito Martinez, Alex Pastor, Jerry Van de Cop…. tantos… e tão bons….
Apesar de a modalidade ser mais direccionada para big air a maioria dos concorrentes acabou por optar por tentar saltar o mais alto possível e fazer os truques de freestyle no alto.
Eles rodavam passavam a barra rodavam e dançavam, incrível o à-vontade que eles têm.
 Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Muitos deles optavam por ir de botas para fazerem alguns truques de freestyle puro, optando por no final da prova, após estarem satisfeitos com as manobras que fizerem anteriormente, trocarem de botas para straps na prancha.
Isto porque, os board off também contam e bastante para esta prova, demonstra variedade.
Quando essa altura chegava víamos pessoas a correr pela praia para fazer trocas de Kites e pranchas como se fosse um pit-stop de Formula 1, pois todos os segundos contam, a competição não pára.
Tarifa GKA Strapless world tour
Também deu para notar que quem está muito habituado a fazer kite de botas demora depois um bocado a habituar-se aos straps, tendo havido várias falhas nas aterragens quando faziam os board-off.
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Para mim os homens que mais se destacaram foram Jesse Richman (fiquei completamente hipnotizada ele simplesmente não conseguia parar de fazer manobras cada uma mais difícil que a outra é a um ritmo alucinante) e claro… Bebe, completamente saído de outro mundo.
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
No Air Games houve, também, uma lesão! E esta foi bastante grave…Liam Whaley, considerado um dos melhores aterrou mal um board off e acabou por fracturar o perónio e fazer uma distensão de ligamentos.
Vai ter de ficar uns tempos fora de água, mas de certeza que vai voltar ainda com mais força.
Tarifa GKA Strapless world tour
Após esta lesão o próprio vento começou a baixar e a organização achou por bem terminar o dia de competições.

Duas competições

Como um pack de supermercado, tivemos uma promoção de leve 2 pague 1.
Apesar de ser bom para quem está na praia a assistir, para os concorrentes tornasse bastante stressante.
As provas são feitas em modo relâmpago quase sem tempo para intervalo entre elas. Se o concorrente passou ao round seguinte, rapidamente sabe que irá entrar na água, logo não há cá tempo de descanso para ninguém, tem de estar mais focados.
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Outra coisa que também demonstrou ser stressante para os atletas, é o facto de a qualquer momento eles podem interromper as provas e começar com outra prova de outra modalidade, obrigando aos atletas a ficarem o dia todo na praia com o material montado prontos para saírem para a água.
Tarifa GKA Strapless world tour
Tarifa GKA Strapless world tour
Depois das provas terminarem é normal ver os prós irem fazer uma sessão para relaxar, ou no caso de quem ainda esteja em prova ir fazer uma sessão de treino.
Tive o privilégio de estar a andar de kite junto dos melhores e trocar sorrisos pela água. O ambiente é completamente contagiante e só dá vontade de não ir embora.

Deixe uma resposta