Snowtrip – Do calor para a neve

Como vos tinha dito no nosso post de resoluções para 2017, uma das minhas viagens planeadas era a Andorra para uma semana cheia de neve e Snowboard, e assim foi!

 

Acabadinha de aterrar de Zanzibar, segui viagem para Andorra. Eu e mais seis amigos seguimos para Madrid, onde passaríamos uma noite. Madrid é uma cidade que nunca tinha visitado, apenas tinha passado por ela diversas vezes. Gostei muito de conhecer a zona central e perceber a animação e a imensa gente que sai à rua mesmo, numa noite com 6ºgraus.

Voltando à neve. A minha experiência com o snowboard começou há 4 anos. Juntamente com um grupo de amigos, decidimos passar um fim-de-semana em Béjar, aqui na vizinha Espanha.

Para quem não conhece, a Serra de Béjar tem uma pequena estância de Ski chamada La Covatilla. Fica cerca de 70km a sul de Salamanca e cerca de 4h de Lisboa. É muito prática por ser perto e é óptima para quem não tem muita experiência ou para quem quer passar um fim-de-semana, para matar o bichinho da neve.

Esta vez em Béjar foi a primeira experiência de snowboard para quase todos nós. Apanhámos condições meteorológicas horríveis! Mau tempo com muito vento e muita chuva e pouca/nenhuma visibilidade. Mesmo com estas adversidades ficámos viciados neste, novo desporto, para nós. Como Béjar é perto, decidimos que assim que estivessem boas condições meteorológicas, iríamos novamente. Assim feito, num dos últimos dias de neve em Béjar de 2014 fomos passar 3 dias, esses sim evolui e aprendi mesmo muito.

Desde então ficámos completamente viciados! Decidimos e escolhemos a Grandvalira em Andorra, como o nosso destino de férias de neve todos os anos. Gostamos de ir para a Grandvalira porque temos imensa diversidade de pistas, 210km mais precisamente, e a relação qualidade preço é muito boa. Ficamos sempre em apartamentos em Pas de la Casa que estão a 20 metros da pista. Basicamente é descer equipada e subir para as cadeiras. Também existem pacotes com hotéis e refeições incluídas, muito acessíveis.

O grupo manteve-se e evoluímos todos juntos! Já apanhámos de todas as condições meteorológicas em Andorra. Em 2015 caiu um dos maiores nevões dos últimos 5 anos, em que havia perigo máximo de avalanche. Muitas pistas fechadas e um nevão que não parou durante os 5 dias de neve. Em 2016 tivemos o melhor tempo possível na neve, nevando à noite e sol durante o dia. Este ano esteve sempre sol, com exceção dos primeiros dois dias em que esteve imenso vento nos picos altos, chegando aos 40knos e nos outros dias muito calor.

Pessoalmente, sinto que evolui imenso de ano para ano. Sinto-me mais segura e confiante para arriscar em pequenos saltos e mesmo nas zonas fora de pista, ganhando mais velocidade e brincando mais com a neve. Tenho muita pena de não praticar mais todos os anos, pois é um desporto que adoro e que me dá a sensação de liberdade, à semelhança do Kitesurf.

 

Nem sempre corre bem, no Snowboard a queda é no chão e por vezes há lesões…

Um dedo partido, no meu caso, mão e clavícula partida no caso do meu amigo Diogo.

 

Para quem faz Kitesurf e quer experimentar Snowboard há algumas semelhanças. O facto de termos a prancha agarrada aos pés em ambos os desportos, ajuda imenso. Mas o equilíbrio do corpo no snowboard é diferente do kitesurf, o peso do corpo recai mais sobre o pé da frente. Mas são desportos diferentes com fellings diferentes. Os anos de prática de Kitesurf ajudaram-me na adaptação ao snowboard.

Próximo passo snowkite? Porque não!! É algo que nunca fiz mas quero muito experimentar! A possibilidade de combinar dois desportos que adoro num só é algo que me seduz, já há algum tempo! O Kitesurf continua a ser o meu desporto de eleição mas o snowboard é algo que adoro fazer e tenho pena de o praticar, até à data, só uma semana por ano.

Conta-nos a tua experiência!

Sara Cerqueira

Deixe uma resposta